Willian Bigode

Aspeto mover para a barra lateral ocultar Willian
Willian
Willian pelo Palmeiras em 2018
Informações pessoais
Nome completo Willian Gomes de Siqueira
Data de nascimento 19 de novembro de 1986 (37 anos)
Local de nascimento Três Fronteiras, São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,71 m
destro
Apelido Willian Bigode, Bigode Grosso,
Willian Dubgod, Be God
Informações profissionais
Clube atual Santos
Número 27
Posição atacante
Clubes de juventude
2002–2005 Guarani
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2005
2006–2009
2009
2010
2011–2012
2012–2014
2013–2014
2015–2017
2017–2021
2022–2023
2023
2024–
Guarani
Atlético Paranaense
Vila Nova (emp.)
Figueirense
Corinthians
Metalist
Cruzeiro (emp.)
Cruzeiro
Palmeiras
Fluminense
Athletico Paranaense (emp.)
Santos
0019 0000(0)
0032 0000(9)
0040 0000(9)
0047 000(25)
0079 000(15)
0037 0000(4)
0084 000(18)
0093 000(20)
0253 000(66)
0057 0000(6)
0023 0000(4)
0018 0000(5)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 19 de Janeiro de 2024.

Willian Gomes de Siqueira (Três Fronteiras, 19 de novembro de 1986), mais conhecido simplesmente como Willian ou Willian Bigode, é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo Santos.

Carreira

Oriundo das categorias de base do Clube Atlético Uraniense (CAU, de Urânia-SP), onde era treinado por seu pai Motorzinho, Willian decidiu tentar a sorte em 2003 no Guarani, onde foram revelados Careca, Evair, Luizão, Amoroso, Neto, entre outros. Começou a carreira como profissional no clube em 2004.

Guarani

A estreia no profissional do Guarani foi aos 18 anos, no segundo turno do Brasileirão, em 22 de agosto de 2004. No estádio Brinco de Ouro da Princesa, o técnico Lori Sandri chamou Willian aos 26 minutos do segundo tempo para substituir o Sandro Hiroshi num jogo contra o Vasco. A partida terminou empatada em 1–1. Pelo Guarani foram 4 jogos no Campeonato Paulista, 7 pelo Brasileirão Série A de 2004 e 7 pelo Brasileirão Série B de 2005, antes de ser contratado pelo Atlético-PR. Como curiosidade, quem fazia a dupla de ataque com Willian no Bugre era Jonas, atleta com passagens por Santos, Grêmio, Valencia, Benfica e Seleção Brasileira.

Atlético Paranaense

No início de 2006, foi contratado pelo Atlético Paranaense e estreou no Campeonato Paranaense contra o J. Malucelli em 29 de janeiro de 2006, no Estádio Pinhão, em São José dos Pinhais. Entrou no finalzinho do jogo, aos 43 minutos do segundo tempo. À época o treinador era Lothar Matthaus, capitão da Seleção Alemã no título da Copa do Mundo de 1990. O primeiro gol veio em 6 de março 2006, contra o Cianorte de Gilson Kleina, no estádio Albino Turbay. Willian entrou aos 43' do segundo tempo e fechou a goleada de 5–1 aos 47'. Porém, sem a oportunidade de sequência de jogos, Willian teve destaque somente após a chegada do treinador Ney Franco no início de 2008. Sob o comando do treinador, Willian viveu seus maiores momentos com a camisa rubro-negro ao substituiu o ídolo colombiano David Ferreira, principal jogador do time e negociado a um clube árabe, na campanha em que o clube quebrou o recorde de vitórias consecutivas da história da competição.

Vila Nova

Após a saída de Ney Franco para o Botafogo e rápida passagem pelo Toledo, Willian acabou emprestado no no dia 4 de fevereiro de 2009 ao Vila Nova, de Goiás, para disputas do Campeonato Goiano e Brasileirão Série B. Com bons jogos na Série B acabou como artilheiro da equipe e foi fundamental para evitar o rebaixamento do Vila Nova.

Figueirense

No começo de 2010, Willian conseguiu rescindir o contrato com o Atlético-PR e após longa negociação foi anunciado como novo jogador do Figueirense. No Campeonato Catarinense, o Figueirense terminou em terceiro lugar, na qual foi artilheiro do torneio e escolhido o craque do campeonato. No Campeonato Brasileiro da Série B de 2010, liderado por Willian e Roberto Firmino, o Figueirense fez grande campanha, chegou a ser líder do campeonato e terminou como vice-campeão, garantindo acesso à Série A de 2011.

Corinthians

No dia 03 de janeiro de 2011, assinou um contrato com o Corinthians por 4 anos. Por questões burocráticas, Willian só foi liberado para jogar a partir de 28 de janeiro, dia de sua apresentação oficial como jogador do Corinthians. Estreou com a camisa do clube paulista, no dia 30 de janeiro de 2011, em um empate por 2–2, contra o São Bernardo, no Estádio 1º de Maio, pelo Campeonato Paulista 2011. Marcou seus dois primeiros gols, pelo Corinthians, no dia 13 de março de 2011, em uma vitória por 3–2, contra o Mirassol, no Municipal de Mirassol, pelo Campeonato Paulista 2011.

Ainda naquele ano, Willian chegou a viver uma fase excelente no Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro 2011, e conseguiu sua titularidade em um ataque sem a badalação de Adriano, Liedson ou Emerson Sheik. Também comemorou a artilharia, naquele momento, pelo clube. Esse grande momento acabou sendo fundamental na conquista do Campeonato Brasileiro 2011.

Em 2012, após uma boa primeira temporada sendo campeão, Willian foi valorizado e teve seu salário quase dobrado. Fez parte do elenco campeão da Copa Libertadores da América 2012. Se despediu do clube alvinegro, no dia 10 de julho de 2012, rumo a Ucrânia.

Metalist Kharkiv

Willian com o Metalist em 2012

Willian foi vendido ao Metalist Kharkiv por US$ 5 milhões (cerca de R$ 20 milhões) após a participação do Corinthians na Copa Libertadores da América de 2012.

Cruzeiro

2013

No dia 14 de julho de 2013 ele acertou sua volta ao Brasil pra jogar no Cruzeiro. Ele foi envolvido numa troca pelo armador Diego Souza. O time ucraniano pagou 6 milhões de euros no passe de Diego e cedeu também o empréstimo de Willian por um ano. Sua estreia foi logo na partida contra o Atlético Mineiro, pelo Campeonato Brasileiro, e marcou seu primeiro gol contra o Flamengo, pela Copa do Brasil.

Em 2013 o Cruzeiro conquistou o Campeonato Brasileiro, feito que não conquistava desde 2003, Willian foi fundamental para a conquista do troféu, sendo decisivo sempre que entrava. Caiu nas graças da torcida devido a mística do bigode que usa até hoje.

2014

No dia 24 de julho de 2014, após longa negociação, o Cruzeiro e o Metalist entraram em acordo com relação a compra do jogador em definitivo por 3,5 milhões de Euros.

Em 2014, no entanto, o jogador não mostrou mais o bom rendimento que o tornou ídolo da torcida cruzeirense.

Após marcar contra o Internacional, na vitória por 3–1, na sétima rodada do Campeonato Brasileiro, em Maio, o jogador chegou a ficar 15 partidas oficiais sem marcar gols, ao longo de mais de quatro meses. O jejum foi quebrado apenas no dia 15 de outubro, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra a equipe do ABC.

Durante partida válida pela semifinal da Copa do Brasil contra a equipe do Santos, após marcar o único gol do jogo, Willian sofreu uma joelhada do atacante Rildo, ainda no primeiro tempo, fraturando uma costela. Com menos de uma semana de repouso o atacante teve uma rápida recuperação e retornou para atuar no jogo de volta contra o Santos. A participação de Willian foi decisiva na classificação da equipe mineira para a final da competição, marcando dois gols no empate por 3–3.

No dia 23 de novembro de 2014 conquistou novamente o Campeonato Brasileiro entrando para a história do clube em definitivo, fazendo parte do grupo campeão de forma consecutiva do brasileiro, fato inédito para o futebol mineiro.

2015

Marcou um gol importante na vitória sobre o Universitário de Sucre por 2–0 em joga pela sexta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, resultado que garantiu a classificação do Cruzeiro para as oitavas de finais da competição. Willian foi peça importante da equipe mineira durante a campanha na Libertadores, que acabou com a eliminação nas quartas de finais frente ao River Plate, em pleno Mineirão (muitos atribuem a ele a responsabilidade de um gol perdido na partida ainda no primeiro tempo, quando estava 0x0). Após a saída do treinador Luxemburgo e a chegada de Mano Menezes, Willian voltou a repetir o bom futebol de 2013 e caiu nas graças da torcida novamente. Marcou quatro gols numa goleada sobre o Figueirense por 5–1 pelo Campeonato Brasileiro, em plena semana do aniversário de 50 anos do Estádio Mineirão. Além disso, foi peça fundamental para o Cruzeiro se afastar da zona de rebaixamento, situação na qual o clube enfrentou desde o início do ano.

2016

Willian seguiu como o camisa 9 do elenco e fez uma temporada modesta, seguindo a realidade da maior da parte do elenco celeste. Foram apenas 4 gols na temporada, pouco produziu em números mesmo com o retorno de Mano Menezes na segunda parte do ano, ainda que desempenhado de forma positiva a tática de marcação sob pressão e recomposição defensiva. Alternou momentos de titularidade e de reserva (entrando no decorrer das partidas) na equipe durante todo o ano de 2016, terminando a temporada com pouco prestígio pela torcida, apesar de seu passado excepcional pelo clube.

Palmeiras

Willian em partida contra o Barcelona pela Libertadores de 2017

Em 11 de janeiro de 2017, Willian acertou sua ida para o Palmeiras. Nem sempre titular no Cruzeiro, o atacante foi envolvido em uma troca pelo empréstimo de Robinho, meia que já estava atuando pela equipe mineira. Inicialmente o contrato de Willian com o Palmeiras teria duração até dezembro de 2017, com possibilidade de prorrogação por mais duas temporadas, porém, em 18 de janeiro, dia em que assinou o contrato, houve uma mudança no documento: Willian assinou contrato definitivo com o Palmeiras, enquanto Robinho assinou um contrato de empréstimo com o clube mineiro. Ambos os contratos iriam até 2019.

2017

Fez sua estreia no dia 29 de janeiro, em partida amistosa contra a Ponte Preta. Seu primeiro gol com a camisa palestrina veio em partida contra o Linense, no dia 19 de fevereiro. Em 26 de abril de 2017, pela fase de grupos da Copa Libertadores, Willian marcou 2 gols na virada do Palmeiras sobre o Peñarol, em Montevidéu, partida histórica marcada pela confusão generalizada entre os dois times e parte da torcida.

Willian terminou o ano de 2017 como artilheiro da equipe com 17 gols, superando o capitão Dudu (16 gols) e o colombiano Miguel Borja (10 gols).

2018

Willian manteve seu espaço como peça importante do time durante toda a temporada de 2018, fazendo mais de 60 partidas. Em maio, marcou o 200º gol do Palmeiras no estádio Allianz Parque, em partida contra o América Mineiro.

As boas atuações não passaram em branco, e, em agosto, teve seu contrato com o Palmeiras renovado até o fim de 2021. Dias depois, realizou seu 100º jogo com a camisa palestrina, atuando contra o Cerro Porteño, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

No fim do mesmo ano, ajudou o clube a conquistar o decacampeonato brasileiro (pessoalmente, seu tetracampeonato) sendo o artilheiro do time na competição com 10 gols. O título veio na partida contra o Vasco da Gama em São Januário, onde o Palmeiras venceu por 1–0. Willian novamente foi decisivo, ao dar a assistência para o gol de Deyverson. Entretanto, lesionou o joelho com gravidade no lance, e teve que passar por cirurgia. A previsão de recuperação foi estipulada entre seis a nove meses.

Willian com o Palmeiras em 2019 2019

Após longa recuperação, retornou aos gramados em julho de 2019, em partida válida pelo Copa do Brasil contra o Internacional. Em outubro, Willian entrou para o top 5 de maiores artilheiros do Palmeiras no século, com 38 gols marcados.

Terminou a temporada com 28 jogos e 4 gols marcados.

2020–21

Sagrou-se campeão paulista após o Palmeiras derrotar o rival Corinthians nos pênaltis por 4–3, terminando a competição com 16 jogos e 6 gols.

Em 6 de setembro, Willian marcou o gol da vitória contra o Bragantino por 2–1, se isolando como o segundo maior artilheiro do Verdão na era do Campeonato Brasileiro por pontos corridos, com 22 gols (atrás apenas de Dudu, com 41). Pouco depois, no dia 13, marcou um gol no empate contra o Sport no Allianz Parque, quando entrou no top 100 de jogadores com mais partidas com a camisa palestrina.

No dia 8 de dezembro de 2020, Willian completou 200 jogos com a camisa do Palmeiras, em partida contra o Libertad, válida pela Copa Libertadores.

Em janeiro de 2021, Willian marcou o único gol da vitória sobre o Sport pelo Campeonato Brasileiro e chegou a 28 gols marcados pelo Alviverde na história da competição. Com o feito, igualou o ídolo palmeirense Evair no ranking de artilheiros do Palmeiras no torneio.

Em 30 de janeiro de 2021, foi campeão da Copa Libertadores da América, depois que o Palmeiras venceu por 1–0 na final contra o Santos, disputada em jogo único, no Estádio do Maracanã. O segundo título do Palmeiras na Libertadores veio 21 anos após a conquista de 1999, com a equipe realizando a melhor campanha da competição.

Em março, sagrou-se campeão da Copa do Brasil, quando o Palmeiras venceu o Grêmio na final. Na partida de volta, Willian deu assistência para o gol de Gabriel Menino, o segundo da partida.

Finalizou a temporada com 67 jogos e 17 gols marcados.

2021

Em junho de 2021, Willian fez o gol da vitória sobre o CRB pela terceira fase da Copa do Brasil, seu 62º gol com a camisa Alviverde, igualando o também atacante Paulo Nunes no ranking de maiores artilheiros do Palmeiras. Ainda em junho, marcou os dois gols da vitória sobre o América Mineiro pelo Campeonato Brasileiro. No fim do mês, o Palmeiras anunciou a renovação do contrato de Willian até o fim de 2022.

Com a vitória sobre o Flamengo, no dia 27 de novembro, pela final da Libertadores de 2021, Willian entrou para a lista de brasileiros com mais títulos de Libertadores, assim como seu companheiro de equipe, Marcos Rocha. O atacante conquistou o bicampeonato com o Palmeiras em 2020 e 2021, além de um título pelo rival, Corinthians, em 2012.

Willian terminou sua passagem no Palmeiras com 66 gols em 253 jogos. Isso o tornou o vice-artilheiro do clube no século, e o 34º maior artilheiro da história do clube.

Fluminense

Após o fim de seu vínculo com o Palmeiras, acertou com o Fluminense com contrato de dois anos.

Retorno ao Athlético Paranaense

Em 20 de março, após não ter muitas oportunidades no Fluminense em 2023, e além de ter se envolvido em um escândalo de criptomoedas sofrido por Gustavo Scarpa e Mayke, seus ex-companheiros de Palmeiras, William Bigode pediu para ser emprestado ao Athlético Paranaense, tendo o contrato válido até o final da temporada.

Santos

Em 19 de dezembro de 2023, foi oficializada a contratação de Willian Bigode pelo Santos para a temporada 2024, com um contrato de um ano.

Títulos

Corinthians Cruzeiro Palmeiras Fluminense

Prêmios individuais

Referências

  1. «"Bigode grosso", cruzeirense Willian conhece a funkeira MC Marcelly». R7. 12 de dezembro de 2013. Consultado em 7 de agosto de 2017 
  2. a b «GUARANI - Elenco - Willian». www.jogosdoguarani.com. Consultado em 18 de dezembro de 2023 
  3. «Atlético goleia e confirma a melhor campanha da competição». Consultado em 24 de junho de 2016 
  4. «Atlético empresta atacante William ao Vila Nova-GO». Consultado em 24 de junho de 2016 
  5. «Willian rescinde contrato com o Atlético». www.furacao.com. Consultado em 24 de junho de 2016. Arquivado do original em 28 de agosto de 2017 
  6. «Willian quer corresponder em campo esforço do Figueirense para contratá-lo | - Guia da Saúde - SC». www.clicrbs.com.br. Consultado em 24 de junho de 2016 
  7. «Atacante Willian, do Figueirense, é escolhido como o craque do Campeonato Catarinense 2010». Consultado em 24 de junho de 2016 
  8. «Willian, ex-Figueirense, acerta com o Corinthians». Correio do Estado. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  9. a b Le, Por; Paulo, ro Canônico São. «Após saga por documentação, Timão apresenta Willian e Luis Ramírez». globoesporte.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  10. «Corinthians enfrenta o São Bernardo com a força da dupla 'Coração Valente'». Lance!. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  11. «São Bernardo x Corinthians - Campeonato Paulista 2011». globoesporte.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  12. «Com final emocionante, Timão derrota Mirassol por 3 a 2». Sport Club Corinthians Paulista. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  13. «Mirassol x Corinthians - Campeonato Paulista 2011». globoesporte.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  14. Paulo, Por Carlos Augusto Ferrari São. «Depois de pensar em largar a carreira, Willian festeja artilharia e melhor fase». globoesporte.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  15. «Corinthians x Palmeiras - Campeonato Brasileiro 2011». globoesporte.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  16. «Corinthians valoriza Willian e quase dobra o salário para 2012». Lance!. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  17. «Corinthians x Boca Juniors - Taça Libertadores 2012». globoesporte.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  18. Paulo, Por Gustavo Serbonchini São. «No estilo 'Restart', Willian se despede de companheiros de Corinthians». globoesporte.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  19. Próximo a deixar o Timão: Willian acerta com o Metalist
  20. Sai Diego Souza, entra Willian. Cruzeiro acerta com o atacante
  21. MATTAR, Tiago. «Willian não consegue mostrar futebol de 2013 e tem queda de produção no Cruzeiro após novela». Superesportes 
  22. «Willian quebra longo jejum e faz gol após quase cinco meses de 'seca'». O Tempo. 15 de outubro de 2014 
  23. «Willian festeja classificação e fim do 'jejum' de gols no Cruzeiro». UOL Esporte 
  24. RIBEIRO, Alberto (30 de Outubro de 2014). «Willian sofre fratura na costela e está fora por tempo indeterminado». Hoje em Dia 
  25. «Willian supera fissura na costela, é novamente decisivo e dedica gol ao pai». Hoje em Dia. 6 de novembro de 2014 
  26. «Cruzeiro mostra raça, bate o Sucre e avança em primeiro às oitavas». Hoje Em Dia. 21 de abril de 2015. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  27. «Willian faz 4, e Cruzeiro massacra Figueirense no Mineirão». Terra Esportes. 6 de setembro de 2015. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  28. «Cruzeiro e Palmeiras finalizam negócio envolvendo Robinho, Willian e Fabiano». GloboEsporte. 12 de janeiro de 2017. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  29. «Willian assina contrato por três anos com o Palmeiras: "Alegria grande"». Globo Esporte. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  30. «Cruzeiro faz acordo com Palmeiras e terá Robinho até 2019; Willian 'Bigode' rescinde». Super Esportes. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  31. «Barrios se redime, mas Ponte Preta arranca empate do Palmeiras na arena». Globo Esporte. 29 de janeiro de 2017. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  32. «Willian desencanta, e Palmeiras goleia Linense antes de encarar o Corinthians». Super Esportes. 19 de fevereiro de 2017. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  33. «Palmeiras se supera fora de casa, bate o Peñarol de virada e jogo termina em pancadaria». 26 de abril de 2017. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  34. «'Não sou craque, mas tenho valor', diz Willian, o artilheiro das viradas». Lance!. 3 de janeiro de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  35. «Artilheiro do Palmeiras! Todos os gols de Willian em 2017». TV Palmeiras/FAM. 16 de dezembro de 2017. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  36. «Jogador do Verdão com mais partidas no ano, Willian celebra: 'Estamos no caminho certo'». SE Palmeiras. 19 de maio de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  37. «Jogadores atualizam marcas individuais em jogo com o Flamengo pelo Brasileiro». SE Palmeiras. 14 de junho de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  38. «Willian valoriza nova fase da carreira e elogia estrutura do Palmeiras». SE Palmeiras. 13 de novembro de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  39. «Willian marca 200º gol do Palmeiras no Allianz Parque e enaltece entrega do time». SE Palmeiras. 24 de maio de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  40. «Willian renova contrato com o Palmeiras até o fim de 2021». 21 de agosto de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  41. «Willian completa 100 jogos pelo Verdão e exalta 'garra' do time em classificação». SE Palmeiras. 31 de agosto de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  42. «Raio-X do título: Dudu é o garçom, Willian, o artilheiro. Veja números do decacampeonato do Palmeiras». Globo Esporte. 27 de novembro de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  43. «É campeão! Palmeiras vence o Vasco em São Januário e conquista o décimo título brasileiro». 25 de novembro de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  44. «Willian passará por cirurgia no joelho e ficará fora do Palmeiras de seis a nove meses». Globo Esporte. 26 de novembro de 2018. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  45. «Willian Bigode celebra retorno ao Verdão após quase 7 meses: 'Muito feliz'». SE Palmeiras. 10 de julho de 2019. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  46. «Em grande fase, Willian entra no top 5 de artilheiros do Palmeiras no século». Terra Esportes. 1 de outubro de 2019. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  47. «ATUAÇÕES E ESTATÍSTICAS DO ELENCO CAMPEÃO PAULISTA». SE Palmeiras. 8 de agosto de 2020. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  48. «Único presente em todos os jogos do ano, Willian se isola como segundo maior artilheiro dos pontos corridos». SE Palmeiras. 8 de setembro de 2020. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  49. «WILLIAN ENTRA PARA TOP 100 DE JOGADORES COM MAIS PARTIDAS E SOBE EM RANKING DE GOLEADORES». SE Palmeiras. 13 de setembro de 2020. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  50. «Artilheiro do Palmeiras no ano, Willian vai completar 200 jogos contra o Libertad: "Uma honra"». GE. 7 de dezembro de 2020. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  51. «COM GOL NO SPORT, WILLIAN IGUALA EVAIR NO TOP 10 DE ARTILHEIROS DO VERDÃO NA HISTÓRIA DO BRASILEIRO». Palmeiras. 9 de janeiro de 2021. Consultado em 10 de janeiro de 2021 
  52. «Obsessão é verde! Palmeiras vence o Santos e conquista o bi da Libertadores». GloboEsporte.com. 30 de janeiro de 2021. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  53. Vinicius Cordeiro (7 de março de 2021). «Palmeiras bate o Grêmio mais uma vez e é campeão da Copa do Brasil 2020». Paraná Portal. Consultado em 8 de março de 2021 
  54. «WILLIAN IGUALA PAULO NUNES NA LISTA DE MAIORES ARTILHEIROS DO VERDÃO». Palmeiras. 4 de junho de 2021. Consultado em 4 de junho de 2021 
  55. «Willian faz dois, Palmeiras vira no fim sobre o América-MG e entra para o G-4». Globo Esporte. 20 de junho de 2021. Consultado em 20 de junho de 2021 
  56. «VERDÃO GARANTE WILLIAN PARA 2022; ZÉ RAFAEL, VEIGA E RONY TAMBÉM RENOVAM CONTRATOS». Palmeiras. 26 de junho de 2021. Consultado em 26 de junho de 2021 
  57. «Marcos Rocha e Willian, do Palmeiras, igualam recordistas e se tornam os brasileiros com mais títulos de Libertadores na História». Yahoo!. 27 de novembro de 2021. Consultado em 30 de novembro de 2021 
  58. «EXEMPLO DENTRO E FORA DE CAMPO, WILLIAN BIGODE ENCERRA CICLO NO PALMEIRAS COM MARCAS E LEGADO». Palmeiras. 20 de dezembro de 2021. Consultado em 20 de dezembro de 2021 
  59. «Prestes a ser anunciado, William Bigode se acerta com o Fluminense; tempo de contrato é revelado». Bolavip Brasil. Consultado em 19 de dezembro de 2021 
  60. Dia, O. (20 de março de 2023). «Após polêmica por golpe milionário, Willian Bigode é emprestado pelo Fluminense a time da Série A | Fluminense». O Dia. Consultado em 21 de março de 2023 
  61. «Em meio a polêmicas, Willian Bigode deixa Fluminense e acerta com equipe da Série A». ESPN.com. 20 de março de 2023. Consultado em 20 de março de 2023 
  62. «Willian Bigode desembarca para assinar com o Athletico: "Alegria é imensa de estar voltando"». ge. Consultado em 21 de março de 2023 
  63. «Santos encaminha contratação de Willian Bigode por um ano; veja detalhes». ge. 19 de dezembro de 2023. Consultado em 26 de dezembro de 2023 
  64. Redação (18 de janeiro de 2024). «Willian Bigode tem contrato rescindido com o Fluminense». Fluminense: Últimas notícias, vídeos, onde assistir e próximos jogos. Consultado em 19 de janeiro de 2024 
  65. Superesportes (26 de abril de 2023). «Goulart + 9: os campeões pelo Cruzeiro em 2013 e 2014 que se aposentaram». Superesportes. Consultado em 25 de novembro de 2023 
  66. «Fluminense é campeão da Taça Guanabara pela 12ª vez; veja todos os vencedores». ge. Consultado em 9 de março de 2023 

Ligações externas